«

»

abr 09

FIBROMIALGIA SINTOMAS, COMO IDENTIFICAR

Fibromialgia sintomas: Dúvida cruel que aflige muitos pacientes com dor crônica .

Vamos aos conceitos básicos:

1. O que é Fibromialgia ou Síndrome Fibromiálgica? 
É uma condição dolorosa generalizada e crônica (dor crônica difusa).

 

Geralmente a dor crônica e difusa é acompanhada das seguintes queixas:

– Fadiga (cansaço ao realizar atividades)
– Sono não reparador (acorda cansado)
– Queixas cognitivas (dificuldade de concentração e memória)
– Alterações Humor (ansiedade, depressão)
– Queixas somáticas (dor abdominal, dor de cabeça, dor muscular, dor nas juntas, etc. )

O diagnóstico é principalmente clínico, baseado na história e no exame físico. A presença de sintomas sistêmicos ou diferentes daqueles observados normalmente pode levantar a possibilidade de outro diagnóstico diferencial.

Ressalto que o exame físico pode ser normal, sem evidências de alguma enfermidade sistêmica ou articular, força muscular preservada e exame neurológico sem achados significativos. Exames complementares (laboratoriais e de imagem) são geralmente normais e auxiliam a excluir ou confirmar outras condições clínicas associadas (osteoartrose, hipotireoidismo, etc)

2. Qual a causa da Fibromialgia ?

Muitos são os fatores relacionados à Fibromialgia: mudanças hormonais, trauma físico, estresse emocional,predisposição genética, outras doenças sistêmicas.

Sabe-se que o principal mecanismo desta condição é a redução da tolerância à dor pelo sistema nervoso central: a “sensibilização central”. Observa-se a sensibilidade aumentada à palpação e a outros estímulos não dolorosos (calor, frio, luz)  e sensibilidade aumentada a estímulos dolorosos (hiperalgesia).

Isto provavelmente ocorre devido a uma má adaptação do sistema nervoso central. Com modificações observadas nos mecanismos envolvidos no processamento da dor : a atividade reduzida de neurotransmissores envolvidos na inibição da dor (serotonia, noradrenalina, dopamina) associada ao aumento da concentração de neuro transmissores facilitadores da transmissão dolorosa (glutamato, substância P), acarretando alteração do sono e do humor e um aumento de percepção da dor nestes pacientes.  


Inicia-se um ciclo vicioso, no qual a alteração do sono leva ao aumento da fadiga e redução do hormônio do crescimento (GH) que é necessário para a reparação do tecido muscular. Além disso, o descondicionamento físico, gerado pelo inatividade e  medo da dor, aumenta a chance de microtraumatismos musculares com conseqüente dor e fadiga muscular. Deste modo, os músculos podem se apresentar encurtados, descondicionados e com locais sensíveis a palpação. 

3. Quais as características da Fibromialgia Sintomas? 

PADRÃO DA DOR 

Tenho fibromialgia

“Dói tudo” ! Mas a dor também pode ser migratória, começar em uma região e depois aparecer em outro lugar.

Pode também ter várias características: queimação, latejamento, fisgada, peso, ardência, rigidez, etc. 

Pode ser contínua ou variar ao longo dos dias (vai e volta).

Geralmente piora com esforço físico, estresse, clima (principalmente o frio), noite mal-dormida.


FADIGA E ALTERAÇÃO DO SONO 

Pode ocorrer insônia inicial, várias despertares durante o sono, despertar precoce, sensação de acordar já cansado, fraqueza, perda de energia para atividades rotineiras, intolerância à atividade física, sensação de resfriado .

Isto ocorre devido ao sono superficial destes pacientes, que não permite o relaxamento da musculatura e do sistema nervoso tão essencial para o corpo .


HUMOR


Desânimo, desmotivação, tristeza, ansiedade, irritabilidade, síndrome do pânico.

É um ciclo vicioso: a depressão e a ansiedade pioram os sintomas dolorosos e a dor piora a depressão e a ansiedade.  


INTESTINO 


A queixa de intestino preguiçoso é freqüente na Fibromialgia, mas também pode ocorrer o quadro de síndrome do cólon irritável. Mas também se observa dor no estômago, dificuldade de engolir e sensação de empachamento.

CONCENTRAÇÃO E MEMÓRIA


Dificuldade de atenção e de executar tarefas rotineiras são queixas comuns, mas também estão presentes em pacientes com distúrbios do sono e humor.


DORES DE CABEÇAS

Cefaléias tipo tensional e enxaquecas, com variada intensidade. Além disso, podem estar relacionadas ao distúrbio de ATM e bruxismo. 


PELE E CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA

Sensibilidade da pele e vasos para mudanças de temperatura também encontra-se alterada, podendo ocorrer modificações na coloração da pele e a sensação de inchaço.

Além disso, a sensação de formigamento ou adormecimento e aumento de sudorese em mãos e pés podem estar presente. No entanto é fundamental a investigação de neuropatias compressivas.


BEXIGA E SINTOMAS GINECOLÓGICOS


Cólicas menstruais, dor durante a relação sexual, dor ao urinar, perdas urinárias com esforço, tosse ou espirros, urgência para urinar são sintomas comuns na síndrome.

PALPITAÇÕES E FALTA DE AR

Estes sintomas podem estar relacionados ao descondicionamento físico e aos distúrbios de humor.

OUTROS SINTOMAS

Tremores, zumbidos, tonturas e cólicas abdominais, sensação de cabeça vazia podem ocorrer.  

VOCÊ TEM DÚVIDAS SE TEM FIBROMIALGIA ?

Se você apresentar a maioria dos sintomas acima relacionados é recomendável a avaliação de um especialista em dor (Médico Fisiatra) com o objetivo de estabelecer o diagnóstico e um plano terapêutico medicamentoso associado ao melhor tratamento de reabilitação.

Leia também sobre o tratamento da Fibromialgia: Fibromialgia Tem Tratamento

Saiba mais: 
http://www.fibromialgia.com.br
http://www.atualizador.com.br/fasciculos/Fasciculo_AtualizaDOR_MIOLO%204.pdf
http://adoratual.wordpress.com/tag/fibromialgia/
http://www.youtube.com/watch?v=HO5CHBCqUqw&feature=player_embedded


Recursos no Tratamento
da pessoa com dor


Quer ficar por dentro das novidades do canal Dor Tem Tratamento inscreva-se!! 

Conquiste bem estar e qualidade de vida: Dor tem Tratamento!!!
Converse sobre as suas dúvidas com um médico especializado em reabilitação (Fisiatria). Entenda melhor como é a reabilitação da dor pelo médico Fisiatra aqui

cropped-capa-blog.jpg
Médica Fisiatra – Dor e Reabilitação
Procedimentos Minimamente Invasivos em Medicina da Dor

Para mais informações ou agendamento de sessões terapêuticas com a Dra Maike Heerdt entre em Contato

 

 

 

1 comentário

  1. Saúde Encima

    Parabéns. Excelente informação, que vai ajudar a muitos.

Deixe uma resposta